Esta foi a maior (e mais difícil) descoberta que eu tive em 2017. Aos 5 anos de idade eu fui alfabetizada. Não me lembro muito bem como era minha letra. Mas, com certeza, não era tão aplaudida pelos outros. Eram muitas as imperfeições.  Dai em diante, comecei a fazer caligrafia. Ninguém nunca me forçou a isso, mas eu criei esta crença de que minha letra era imperfeita. As letras de minha mãe e minha irmã são lindas, eu não entendia o por quê da minha letra ser tão "esquisita". Comecei Leia mais [...]