"É melhor sofrer a dor da disciplina do que a dor do arrependimento" Não sei se reparou, mas, nos últimos meses, apesar de ter falado nas redes sociais sobre o livro que fiz, eu escrevi pouco aqui no blog. Se eu escrevi um texto por mês, estamos falando de uma média até alta. Eu não deixei a bola cair, mas fiquei que nem aqueles jogadores de futebol que já estão cansados, precisando ir para o banco, mas não podem ir, porque sabem da responsabilidade que possuem. Eles são peças chaves, Leia mais [...]