Reading Time: 3 minutes

Empatia é raridade. E faz todo diferença...

Esta história aconteceu há alguns dias. Entrei em uma farmácia em um shopping bastante famoso aqui em Salvador.

Estava lotada. 

Nitidamente, todos os que estavam ali no balcão para atender os clientes estavam dando o melhor que podiam. Claramente, havia muita burocracia, mas eles não tinham muito o que fazer. Apenas servir, o melhor que podiam.

Eu consegui reconhecer isto nos esforços deles, mas eram muitas as reclamações por parte dos demais clientes.

A gente, às vezes, tem essa mania. Julgamos o outro como "incompetente" sem nem mesmo entendermos direito a realidade que ele vive.

Naquela correria toda, algo me chamou a atenção.

Uma moça, vestida com roupa diferente da dos demais, gritou, de longe, com uma das balconistas:

"Fulana, coloca a touca!!""

"Estou ciente!! Estou colocando!", respondeu a garota atrás do balcão.

Pela forma que a moça tratou a balconista e a roupa que usava (por que sua farda precisava ser diferente da dos demais?), supus que ali se tratava da gerência da farmácia.

Ela até podia ter o título de Gerente, mas Líder não era.

Ao menos, não de acordo ao que acredito ser liderança.

Essa é minha visão de mundo:

Líder  de verdade não repreende em público, principalmente na frente dos clientes. 

Primeiro, você pergunta se há uma razão para a ausência do cumprimento da norma. Entende a realidade.

Pratica a empatia.

Ao se colocar no lugar, você dá o feedback apropriado.

Você e o liderado. Não interessa ter mais pessoas, principalmente se elas forem os clientes. 

E não parou por ai. Outra lição de liderança me veio desta experiência.

Notei que, diante da farmácia lotada, a gerente mantia momentos de diversão com um rapaz. Todo tempo que estive lá, ela só conversava e sorria. Os demais funcionários estavam loucos correndo atrás  de atender o máximo de pessoas que que pudessem. Ela conversava e sorria.

Mais uma vez, refleti que ela até podia ter o título de Gerente, mas Líder não era.

Ao menos, não de acordo ao que acredito ser liderança, porque essa é minha visão de mundo:

Líder de verdade não se apega a títulos. Ele "cola junto" com seus liderados para trazerem o resultado. Na hora de liderar, não importam as graduações que você fez ou deixou de fazer, os títulos que tem ou deixou de ter. Líder de verdade simplesmente se conecta com sua equipe e fazem juntos.

Liderança não demanda títulos. Liderança demanda empatia.

Naquela correria toda, parar de conversar um pouco e ajudar, seria uma lição de liderança inesquecível para todas aquelas pessoas (incluindo a mim).

Se a forma que eu vejo liderança está certo, eu realmente não sei. Mas é isso tudo que eu venho aprendendo na prática da engenharia (tanto no ambiente industrial tanto quanto também quando fui liderança da empresa júnior).

Liderança é tema que vai além dos cálculos. A gente não aprende nas nossas salas de aula, dentro da engenharia.

Liderança é tema que só se aprende com o coração.

O coração que exercita a empatia.

Qual lição de liderança a vida já te ensinou? Compartilha conosco nos comentários! E caso este texto tenha feito o mínimo de sentido para você, deixa teu like aqui e compartilha com sua equipe!!

Aprender e Evoluir, sempre! Juntos!!

Gratidão!


QUERO IR ALÉM NA ENGENHARIA!


Você deseja manter o foco na execução dos seus objetivos em 2018?

Clique aqui e conheça uma dica muito interessante da Programação Neurolinguística, que vai te alavancar neste novo ano!

The following two tabs change content below.
Ana Luisa Almeida
Aprendiz da vida e da engenharia. Idealizadora do Projeto "O que aprendi na Engenharia". Jovem Ponte, Engenheira Química formada pela UFBA, atuando como Engenheira Trainee na Kordsa Brasil. Nascida para espalhar sorrisos e gratidão ao redor do mundo, com o Coração sempre no ritmo #GoGoGo.

Comments

comments

Gostou desse texto?

Se você quiser receber mais textos como esse, cadastre seu email abaixo! 

Nosso conteúdo é gratuito e feito com muito amor!

Pronto! A partir de agora você estará sempre conectado(a) com nosso conteúdo! Gratidão!