Reading Time: 2 minutes

 

Eu acabo de concluir de um curso universitário e, sinceramente, eu ando questionando (ainda mais) muita coisa desse sistema...

Eu fico muito agoniada quando penso na Educação brasileira, nos métodos utilizados, nas avaliações feitas.

Nos últimos dias, eu tenho me questionado sobre essa crença que colocaram em nossas cabeças de que precisamos fazer uma faculdade.

"Por que a gente precisa fazer uma faculdade?"

"Isso é importante mesmo?"

Ai, talvez, você me responda: "Ana, é importante sim termos um curso universitário para termos melhores oportunidades na vida".

Só que eu questiono: "Por que viver um curso universitário (que mais limita do que expande) me dá melhores oportunidades?"

Na minha visão de mundo, isso não faz sentido.

Se tivéssemos um modelo de ensino que propusesse mais liberdade de ser quem a gente realmente é, que nos estimulassem mais do que deprimissem ( quantos jovens estão à beira de uma depressão por conta da Universidade? ), ai sim faria sentido cursar essa faculdade para ter melhores oportunidades na vida.

Mas não é isso que acontece não!!

Eu tenho muito a agradecer por ter feito um curso universitário, já que me senti tão para baixo nessa experiência, que acabei me conectando com conhecimentos e pessoas que alavancaram minha jornada.

Mas eu carrego comigo também muitos traumas desse período.

Hoje, minha auto estima oscila bastante.  Em todo tipo de avaliação, de coisa simples a mais complexas, eu sempre julgo que eu fui mal. Eu sempre acho que minha performance não foi suficiente. Reflexo desse sistema de ensino que avalia os alunos de forma tão precária, tratando como se todos nós fôssemos iguais.

Hoje, eu complico as coisas mais do que facilito. Na faculdade, a gente aprende a complicar. Porque tudo que é fácil, muito provavelmente, tem uma pegadinha (é assim que nos ensinam).

Na prova, só tem uma resposta certa para um problema. E ai de você se fizer uma solução diferente da do professor, chances altas de levar um zero. Meu Deus, que ridículo. Na prática, a gente bem sabe que um problema tem infinitas soluções.

Não entra na minha cabeça  que eu preciso me submeter a um sistema tão ultrapassado assim para conseguir melhores oportunidades na vida.

A gente tem vivido um sistema que adoece, que nos leva rumo à ansiedade e depressão, e é esse sistema que me dá melhores oportunidades na vida??

Sério, isso me deixa muito triste.

E também me motiva a pensar em como posso mudar essa realidade.

Por que a gente precisa fazer uma faculdade?

Na minha visão de mundo, para adoecer, em alguns momentos se sentir "um lixo", com a desculpa de que é assim que a gente consegue melhores oportunidades na vida.

Quem entender o sentido disso, por gentileza, me explica.

Gratidão!


The following two tabs change content below.
Ana Luisa Almeida
Aprendiz da vida e da engenharia. Idealizadora do Projeto "O que aprendi na Engenharia". Jovem Ponte, Engenheira Química formada pela UFBA, atuando como Engenheira Trainee na Kordsa Brasil. Nascida para espalhar sorrisos e gratidão ao redor do mundo, com o Coração sempre no ritmo #GoGoGo.

Comments

comments

Gostou desse texto?

Se você quiser receber mais textos como esse, cadastre seu email abaixo! 

Nosso conteúdo é gratuito e feito com muito amor!

Pronto! A partir de agora você estará sempre conectado(a) com nosso conteúdo! Gratidão!