o que aprendi na engenharia

sua % de desenvolvimento humano na engenharia.

Como parar de sofrer e se preocupar…

Reading Time: 6 minutes

Precisamos nos conectar com esses aprendizados/filosofias para voltar ao nosso estado natural de paz e serenidade.

No último texto que escrevi aqui no blog, eu abri meu coração e falei sobre algo que diagnostiquei recentemente em minha vida: na universidade, eu desenvolvi uma mania de sempre me preocupar...

A minha vivência na Engenharia Química, rodeada por uma cobrança que eu e os outros exerciam sobre mim (a partir da minha permissão, claro), me levou a essa necessidade de colocar ansiedade e medo em tudo aquilo que eu fazia na minha graduação. Gotículas de água se tornavam um mar em revolto tsunami.

Agora que eu sai da Universidade, estou em busca de libertação total em relação a tudo de nocivo que eu coloquei em minha mente durante os últimos anos... Então, extinguir essa mania de sempre me preocupar é uma das minhas metas pessoais para atingir mais plenitude na vida.

E, como em tudo que eu vou escrevendo aqui, com este último texto que fiz, eu descobri que o que eu vivo não é inédito a mim. Com as minhas palavras, eu me conectei com pessoas que também possuem essa mesma mania de sempre estar preocupado(a). E dessa conexão surgiu a inspiração para esse texto.

Assim como eu, tem muita gente buscando viver uma vida sem preocupações, longe de pensamentos tóxicos. E o que venho fazendo para viver assim é o que eu compartilharei neste texto. Espero te ajudar de alguma forma...

O que tenho feito para me libertar dessa mania de sempre me preocupar são técnicas simples e que podem ter repercussão imensa em nossas vidas.

Compartilharei 3 ensinamentos/filosofias com você:

1) Como parar de sofrer/se preocupar em 5 minutos.

Eu associo preocupação a sofrimento.

E nos últimos meses eu tive algumas preocupações. A maioria proveniente da rotina que eu estava levando, das obrigações que tinha e por ai vai.

E quem me conhece sabe: se eu quero descobrir algo, eu sempre começo uma pesquisa no google haha. E assim, vivendo um pouco da ansiedade que assolava minha mente, eu joguei no google a seguinte frase:
"como parar de sofrer"

Quando recorri à seção de vídeos, o primeiro vídeo que foi sugerido a mim foi um do Seiiti Arata, que é um cara que eu já acompanho o trabalho e confio (quem não conhece, vale a pena se conectar com ele).

O título do vídeo dele era o seguinte: "Como parar de sofrer em 5 minutos"

Achei o título exagerado, mas persisti em assistir (o vídeo dura menos que 8 minutos, vale a pena dar uma olhada). As principais lições que tirei do vídeo, escrevi na minha agenda, para que eu retivesse a informação ao máximo:

Minha agenda. Como parar de sofrer.

A principal lição que tiro desse vídeo é que você precisa aceitar aquilo que você está vivendo.

Aceitar não no sentido de estagnar na vida, mas Aceitar como forma de não impor resistência ao que já é.

Um exemplo bem prático sobre isso, eu vivi no último semestre. Em uma prova que eu fiz na primeira unidade de uma disciplina, eu tinha treinado o assunto, estava bem consciente sobre tudo que tinha estudado e me sentia preparada.  Só que, na hora da prova, me equivoquei e, quando sai da avaliação, me dei conta que havia perdido 3 pontos em uma questão que eu sabia fazer.

De imediato, eu senti raiva pela minha falta de atenção. Eu me preocupei sobre o quanto aqueles 3 pontos poderiam fazer falta para mim lá na frente.

Eu sofri.

E foi ai que eu apliquei esse aprendizado que o Seiiti Arata compartilha sobre a aceitação.

No momento que eu aceitei de coração que eu tinha errado, eu fiquei mais calma. Quando eu aceitei que tinha me equivocado e isso fazia parte de ser humano, eu me tranquilizei.

E isso foi fundamental porque quando eu aceitei, eu deixei de estar lá no passado, remoendo algo que eu já não podia mudar. Quando eu aceitei e fui para o presente (que é a única coisa que eu tenho), eu tive paz para pensar em ações que me levariam a não cometer aquilo novamente e seguir em frente.

Aceitar. Não opor resistência. Esse é um dos segredos da paz e da extinção do sofrimento e preocupação em nossas vidas.

2) Como não sofrer/se preocupar, mesmo quando você tem absoluta certeza que "vai dar merda".

Como te contei nesse texto aqui, teve uma matéria na faculdade que eu perdi e só passei depois de recorrer à correção do professor. Quando eu sai da última prova dessa disciplina, eu já sai sabendo que tinha perdido. Eu cometi uns equívocos que, com certeza, culminariam na minha reprovação. Antes mesmo de sair o resultado final, eu já tinha absoluta certeza que "ia dar merda".

Eu cheguei em casa extremamente triste. Eu não aceitava o que tinha errado. E ai também estava o problema.

Eu não aceitava.

Então, mesmo que você saiba que a situação que você está vivendo não tem jeito, simplesmente aceite. Estou sendo repetitiva de forma proposital para te mostrar que, mesmo naquilo que você acredita não ter mais jeito, aceite.

E mais, escreva.

Eu estava resistente em aceitar. Eu não conseguia aceitar de jeito nenhum aquela perda (detalhe que o resultado ainda nem tinha saído e eu já estava sofrendo).

Então recorri a uma das minhas maiores aliadas: a escrita. Esvaziei minha mente.

Ninguém nunca leu isso, mas supero qualquer tipo de medo para divulgar esse desabafo que fiz comigo mesma através das palavras escritas. Foi a partir desse texto, que escrevi em meu caderno, que essa situação toda deixou de me preocupar e abalar minha felicidade:
 (tomara que você consiga entender minha letra, rs)

Meu caderno. Como parar de sofrer.

Meu caderno.Como parar de sofrer.

Meu caderno. Como parar de sofrer.

E, desde então, sempre que eu vejo que alguma preocupação está vindo em minha mente, eu esvazio a cabeça, escrevendo. Escrevo tudo que eu quero que saia de mim. Escrevo que aceito a situação. Paro de impor resistência.

É libertador. Tente.

Depois que escrevi esse texto, eu fiquei calma. E essa calma foi importante. Recebi o resultado com tranquilidade e tive paz na hora de reivindicar os pontos, o que culminou na minha aprovação. Talvez, se eu ainda estivesse impondo resistência, eu poderia ser agressiva com o meu professor e não ter clareza sobre o que realmente eu tinha a reivindicar ali.

3) Tenha fé (no que você quiser, mas tenha!)...

Eu tenho me conectado demais com esse aprendizado.

Fé, não no sentido de religião, mas, principalmente, em relação à Espiritualidade.

Espiritualidade para mim é aquilo que extrapola a matéria, que se conecta, de alguma forma, com nossos pensamentos, intuições, sentimentos.

A gente precisa acreditar no que a gente quiser, mas a gente precisa ter essa crença para confiar e ter certeza que tudo tem um propósito e que tudo vai ficar bem.

Ter fé é enxergar aquilo que não se pode ver.

Quando eu tenho fé, quando eu acredito, quando eu vivo conectada à espiritualidade, eu ganho serenidade para entender que tudo está encaminhado a dar certo.

Então medite, leia livros que vão te alavancar, se conecte com você e com sua fé. Tenha mais espiritualidade em sua rotina, não só quando você estiver preocupado(a). Até porque, quanto mais a gente alimenta espiritualidade em nossas vidas, menos a gente se preocupa.

Sobre espiritualidade, eu deixo a recomendação para  você conhecer o Gustavo Tanaka. Este cara fala e vive a espiritualidade de uma forma espetacular. Dê uma olhada nesse texto onde ele fala que "Não dá pra deixar a espiritualidade no armário". Sensacional! Esse texto reverberou de forma intensa em mim, então, em outubro de 2016, escrevi os seguintes trechos em minha agenda:

Agenda. Como parar de sofrer.

Ao exercitar espiritualidade, você passa a viver mais em estado de Gratidão. Como você entende que tudo tem um propósito, você agradece até pelo que é "ruim", porque, em verdade, você sabe que tudo está caminhando para algo grandioso. Então, exercite agradecer, todos os dias, por tudo, independente de como você classifica a situação.


É isso. Fácil não é. Perceba que eu sei tudo isso e ainda me preocupo. Porém, ao tomar consciência de que tem se preocupado (que nem a consciência que tomei esses dias), você (e eu) precisamos nos conectar com esses aprendizados/filosofias para voltar ao nosso estado natural de paz e serenidade.

Em resumo:

  1. Aceite / Não oponha resistência ao que já é.

  2. Escreva tudo aquilo que te preocupa. Esvazie sua mente.

  3. Se conecte com sua espiritualidade. Meditação, leituras e gratidão ajudam nisso.

Enfim, continuo à disposição de quem quiser conversar e trocar algumas ideias. O maior legado de tudo isso vem por essas conexões, que são grandes fontes de inspiração e aprendizados para mim.

Seguimos juntos na missão: aprendendo, praticando e evoluindo.


Gratidão!


Adquira o livro "o que aprendi na engenharia"

Você deseja saber lidar melhor com você mesmo e com suas emoções?
Você deseja manter relacionamentos mais saudáveis dentro e fora da Engenharia?

Então, Conheça o livro "o que aprendi na engenharia". Porque Ser Engenheiro é saber lidar com números, mas também com pessoas e emoções.
Livro em formato digital, por apenas R$10,00:
Quero comprar meu livro agora!
The following two tabs change content below.
Ana Luisa Almeida
Aprendiz da vida e da engenharia. Idealizadora do Projeto "O que aprendi na Engenharia". Jovem Ponte, Engenheira Química formada pela UFBA, atuando como Engenheira Trainee na Kordsa Brasil. Nascida para espalhar sorrisos e gratidão ao redor do mundo, com o Coração sempre no ritmo #GoGoGo.

Comments

comments

Gostou desse texto?

Se você quiser receber mais textos como esse, cadastre seu email abaixo! 

Nosso conteúdo é gratuito e feito com muito amor!

Pronto! A partir de agora você estará sempre conectado(a) com nosso conteúdo! Gratidão!

1 Comment

  1. Aninha, é muito isso que você falou. A preocupação ronda sempre as nossas vidas, ainda mais por estarmos em constante cobrança, o que gera até sintomas físicos. Se conectar com o presente e acreditar que até mesmo uma fase ruim tem um propósito é o melhor jeito para evitar sofrer, porque existem coisas que não podemos mudar tão facilmente. Escrever é uma dica muito boa! Seus textos são muito bons, continue assim!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

*

Aprenda mais sobre a Engenharia e a Vida!

Amamos ter você aqui!

Se você deseja ser um(a) Engenheiro(a) que sabe lidar com suas emoções e com as pessoas, cadastre seu e-mail abaixo e receba nosso material gratuito e de qualidade!

Deu tudo certo! A partir de agora, você está no caminho para ter mais sucesso na sua vida pessoal e profissional na Engenharia! Conte conosco nessa missão! Gratidão!